Anúncios enganosos: a mesma empresa, com vários nomes e vários anúncios de emprego diferentes

Fiquei indignada com o que se passa nesta "empresa" e resolvi criar este blog como forma de alerta!
A empresa pelos vistos tem o nome de DRAGÃO – MARKETING E PUBLICIDADE lda . Inicialmente situava-se na RUA DE CEDOFEITA Nº455, 2º andar, sala 18 no PORTO, mas devido aos vários comentários a circular na internet de pessoas que foram às entrevistas, ultimamente vai adoptando vários nomes diferentes e mudando de morada com frequência, nos anúnios de emprego que publica na internet.
O "EMPREGO" QUE OFERECEM NÃO PASSA DE UMA FORMA DE PÔR PESSOAS A VENDER PORTA-A-PORTA, EM NOME DE EMPRESAS/INSTITUIÇÕES DE SOLIDARIEDADE E OUTRAS.
Eu respondi a um anúncio de um site de emprego, para o lugar de Gestor júnior. No primeiro dia fazem uma entrevista rápida com alguém estrangeiro que fala tão rápido que mal se percebe o que diz, nesta caso uma espanhola, dizem que procuram uma pessoa que independentemente da formação que tenha, tenha vontade de trabalhar e de ter uma formação com eles em várias áreas para depois acabar por se tornar um "gestor", e chegar rapidamente aos lugares de topo. Dizem que só ligam para nova entrevista caso tenhamos o perfil que procuram. Parece tudo muito profissional, e chegam a fazer as perguntas típicas das entrevistas, como por exemplo "defina-se com 3 adjectivos" etc etc.
Logo no mesmo dia, ao fim da tarde, ligaram-me a dar os parabéns, dizendo-me que tinha uma segunda entrevista marcada para o dia seguinte de manhã, e para levar roupa formal, uma caneta e sapatos confortáveis. Achei muito estranha a conversa dos sapatos, mas enfim, lá fui...

No dia seguinte, como é uma empresa de marketing, dizem ter uma forma diferente de fazer a entrevista e que esta será feita na rua, sendo eu acompanhada por um "supervisor" que me irá avaliar, levo um bloco e uma caneta para a tal "avaliação", para escrever no bloco as respostas às perguntas, que este me vai fazendo.

Depois de muita conversa, perguntas sempre com um ar muito profissional, paramos numa esplanada para falar melhor, e quando o fulano me faz a descrição daquilo que será o meu emprego, começa a ser tudo muito exagerado e com um ar de fácil, números muito exagerados acerca da empresa etc, salários de 150-250 euros por semana só no primeiro mês. Até que, depois de 1 hora e tal de conversa, e estando eu a pontos de me ir embora por desconfiar de tudo aquilo, chega-se à parte de "ir para o terreno".
E percebo que isto é: BATER ÀS PORTAS DAS PESSOAS E VENDER À COMISSÃO. Eu não vejo mal nenhum em vendas porta-a-porta, se forem honestas e se realmente existir o pagamento das comissões, desde que devidamente identificadas nos anúncios publicados, legais e sem que ninguém seja chamado para entrevistas sem saber minimamente ao que vai. O que me leva a pensar que se fossem vendas legais e cumprissem as leis do trabalho, não seriam necessários esquemas manhosos para chamar as pessoas para entrevistas. Por isso muita atenção!!

Quando questionado o indivíduo que me está a fazer a entrevista sobre a falta de lógica de um futuro gestor começar por fazer vendas porta-a-porta, é-me dito que se trata apenas de uma fase inicial do emprego para se conhecer melhor a forma como a empresa trabalha, mas que logo se passará a outras fases de formação até chegarmos a ser um gestor multifacetado (o que aconteceria no máximo em 12 meses), com salários espectaculares.

É um belo esquema para enganar/aliciar as pessoas que se candidatam a anúncios para os mais variados lugares, onde nunca nada é dito sobre vendas porta-a-porta. Já para não falar que eles usam nomes como a Unicef, Cruz Vermelha etc para aliciar as pessoas!

Ao que parece esta empresa usa vários nomes distintos que vai inventando, "fabrica" sites na internet para cada nome e vai mudando de escritório na zona do Porto. Segundo vão dizendo nos comentários adopta nomes como Musketeers, Scenario Group DP, Capital Prodigy, etc etc


Espalhem a palavra e deixem aqui comentários para ajudar a acabar com este tipo de situações que só fazem perder tempo e gastar dinheiro a pessoas que estão desempregadas e com falta de esperança no futuro!





DENUNCIAR

Este blog existe desde 2012, o que significa que, pelo menos, desde essa altura que o procedimento desta "empresa" se mantém o mesmo, o que se pode perceber pela quantidade de comentários que é deixada aqui.

O meu apelo para tentar acabar com isto é que cada uma das pessoas que se sente enganada faça uma queixa no site da AUTORIDADE DO TRABALHO, deixo o link abaixo. Como os nomes usados nos anúncios de emprego que publicam deve ser falso, na queixa (que é confidencial) indiquem a morada que vos é fornecida, os nomes das pessoas que vos contactam e os telefones.

http://www.act.gov.pt/(pt-PT)/Itens/QueixasDenuncias/Paginas/default.aspx

Eu senti-me enganada quando aconteceu comigo, vamos pelo menos denunciar, assim fazemos a nossa parte! Vivemos num país com instituições que zelam pela legalidade. Se receberem uma queixa de cada uma das pessoas que tem passado por aqui, já seria algo muito significativo. Não podemos permitir que isto se arraste ao longo dos anos!


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Dicas para evitar anúncios de emprego enganosos

Da minha experiência em anúncios de emprego e contactos para entrevista, que já vem sendo bastante longa, considero que é necessário ter atenção a alguns aspectos antes de ir a uma entrevista de emprego.


- pesquisar sempre na internet o nome da empresa e também a morada (pondo a morada entre aspas) para ver se há algo relacionado.

- ter em atenção se a empresa tem algum contacto de telefone fixo, ou se as chamadas foram sempre feitas a partir de telemóveis. (pode não ser relavante, mas a existência de nº fixo é mais fiável)

- ver no Google Maps a morada que é dada, através das imagens do Google Earth, para ver o local. 
Caso seja um edifício que aparenta ser só de habitação é de ter algumas reservas.
Se ao chegar ao edifício, não existir o nome da empresa anunciado na entrada, nem sinais da mesma convém perguntar antes.

- Pela minha experiência sempre que o anúncio não requer grande escolaridade e promete muito, referindo logo no anúncio valores de salário atractivos, é de desconfiar.
Também é um sinal a marcação da entrevista logo no próprio dia ou no dia seguinte...

11 comentários:

  1. Boa tarde,

    O que me tem a dizer da seguinte vaga ?

    http://pt.trabalhar.com/emprego/braga/ultimas-vagas-0146918

    Eu depois de ver este blog desconfiei logo desta oferta de trabalho, principalmente quando me disseram que as vagas eram 5 e que não me podiam dizer até à entrevista de emprego.
    Obrigado

    ResponderEliminar
  2. Estive na Musketeers nesta semana e é isso mesmo... pena... enganam as pessoas... não podemos fazer nada? Denunciá-los? É um absurdo chamarem isto de empresa... utilizam indevidamente nomes de grandes como a Cruz Vermelha e a Unicef para conseguir dinheiro fácil... uma vergonha!!!!

    ResponderEliminar
  3. A tal empresa também actua em Lisboa, pude testemunhar, inclusive, uma situação de racismo. A morada é na Amadora local já não me lembro. Repudio as secretárias. Têm a cara lavada e cheia de lata e não denunciam nem fazem nada e permitem que estes esquemas continuam.
    Estas situações deveriam ser reportadas no tribunal de trabalho

    ResponderEliminar
  4. Olá, olha já que tiveste na Empresa de dragão markting, qual era o pruduto em si que eles vendiam ?
    Sabes quanto ganham por cada produto vendido?
    Se me pudesses esclarecer as minhas duvidas agradecia :)

    ResponderEliminar
  5. Há uns dia, fui a uma entrevista na rua da paz. Quando eu li este blog, nem quis acreditar no que estava a ler e batia tudo certo com o que a tal gerente disse-me. E quando ela me ligou a dizer que eu tinha entrado, fiquei parvo. Acabei por não ir, porque apercebi-me que só queriam era enganar as pessoas. No entanto, o nr que me ligou era 929061118. Já depois de ter ido à entrevista a tal gerente, de nome Madalena, ligou-me de outro nr: 915288332. Alguém que faça alguma coisa.

    ResponderEliminar
  6. Olá!
    Acabei de ser mesmo agora contactada por esta empresa.
    Achei logo estranho porque não mencionaram o nome da empresa e pediram para levar o CV impresso (empresa que é empresa não pede para levarmos o CV!!!).
    Como achei tudo muito esquisito, fui ao google e coloquei a morada que me indicaram deparei-me com isto.. Obviamente ja nao vou.
    nao sei como é q estas empresas ainda sobrevivem...

    ResponderEliminar
  7. Hoje fui a uma entrevista ao edifício, achei tudo muito estranho por ser minúsculo, até que me ligaram a dar os parabéns pelo grande feito, supostamente a gestora que me atendeu chamava se madalena e contactou-me do 915089984.... Amanhã já não apareço

    ResponderEliminar
  8. Estão em Coimbra Rua Fernão de Magalhães nº 286 2º F! Fui enganada hoje!

    ResponderEliminar
  9. Venho por este meio informar a todos de interesse por este assunto de enganos nas propostas de trabalho......que não é somente as empresas com nomes estranhos que enganam as pessoas......também existem empresas com nome no mercado como a OPTIMUS, que não contrata ninguém diretamente, mas sim atráves de agentes que eles dizem ser autorizados.....quando somos abordados pelo telefone fazem uma proposta, depois presencialmente no tal aguente a proposta já é outra, e depois somos encaminhados os que foram selecionados para irem ao edificio da Optimus, e lá a proposta já é outra......e depois o pior de tudo é que se não aceitarmos logo a primeira proposta, nem se quer temos hipotese de caso haver outro agente ou outra agência de emprego a das outras condições de trabalho de ir a frente.....pois na Optimus ficamos logo excluidos......dizendo logo que fomos nos o candidato que não aceitou a proposta que lhe foi feita na altura da entrevista.....por isso só isso tenho a dizer....tomem ao máximo cuidado com a Optimus ......agora falta saber se nas outras telecomunicações é a mesma coisa.......falta saber......recado esta dado a todos.....agradeço a vossa atenção........

    ResponderEliminar
  10. Fui contactada hoje.
    Enviei o meu CV para um anúnico de um olx, supostamente um jornal. Fui contactada pela Capital Prodigy. Disse-lhes que não enviei nada para eles e foi dito que faziam cruzamento de dados. A única coisa que me disseram foi serem uma empresa de marketing e publicidade e marcaram entrevista para amanhã, entre as 15h e 18h, para eu escolher a hora, algo que achei estranho. Disse-lhes que queria saber o que era para fazer porque, como sou de Coimbra, não ia sem nada saber para o Porto. A resposta foi que se falaria tudo na entrevista. E que a segunda entrevista seria logo no dia a seguir, das 10h às 17h. Já agora, a morada que me deram é Rua Dr. Antóno Luís Gomes, nº 120, 2º andar, sala 6 e falei com uma Sara (que pouco ou nada sabia) e disse que de seguida me ligava a supervisora. Ligou-me então uma Liliana que também não acrescentou nada. Por mais que eu tentasse saber o que era para fazer não me disse. Acrescento que tanto uma como outra não disseram o seu apelido e perguntaram-me a idade e o meu curso (se tinham o meu CV não entendo o porquê). Disseram também que trabalhavam para o grupo SONAE e AMI. O número utilizado foi o 91 066 52 35. Obrigada pelo post! Já não vou!

    ResponderEliminar
  11. Hoje fui a uma entrevista na Capital Prodigy no Porto. Antes de ir à entrevista pesquisei a empresa e vi que existiam muitos comentários negativos acerca da mesma. Portanto liguei para a empresa e perguntei mais detalhes acerca da função para a qual estavam a recrutar, pois no primeiro telefonema não me quiseram dizer. A senhora disse-me então que estavam a recrutar pessoas para 3 áreas: recursos humanos, backoffice e assistência à clientes. Eu fiz questão de perguntar se tinha alguma coisa relacionada com a área comercial e ela disse-me que não e que nem trabalhavam nessa área. Portanto apesar de todas as desconfianças fui hoje à entrevista. O "projecto" que a Patrícia Fernandes me apresentou não correspondia ao que me tinham dito na entrevista. E queriam que amanhã passasse o dia com eles das 10h às 19h para supostamente conhecer melhor a empresa. No mês passado tive a mesma experiência noutra empresa e portanto nessa altura da entrevista comecei a fazer perguntas acerca das actividades que iria realizar na suposta 2ª fase da entrevista. E pelas respostas dela vi logo que iria andar novamente pelas ruas a vender qualquer coisa. Nessa altura disse à entrevistadora que não estava interessada nesse tipo de trabalho nem concordava com esse tipo de marketing agressivo. A Sra. Ficou muito indignada e até me disse que tinha a minha idade (25 anos), não tinha licenciatura e mestrado como eu, tinha apenas o 9º ano e no entanto estava ali a entrevistar-me. Disse isto claro com ar de superioridade e arrogância. Enfim. Já é a 2ª vez que isto me acontece, mas desta vez apercebi-me da situação a tempo. Uma empresa chamada Business Porto, localizada na Boavista faz a mesma coisa. Estejam atentos.

    ResponderEliminar